Como realmente realizar as coisas com sua lista de tarefas pendentes
Produtividade

Como realmente realizar as coisas com sua lista de tarefas pendentes

Para ver o artigo original não editado, visite Greatist.

Agora que a bola brilhante há muito atingiu o solo, estamos supostamente prontos para as resoluções de Ano Novo. Infelizmente, entre trabalho, família e outras obrigações da vida real, alcançar nossos objetivos é quase sempre mais difícil do que parece. Mas o problema pode ter começado em 2012, quando anotamos essas metas pela primeira vez em uma folha solta ou em um guardanapo sujo. Criar uma lista de tarefas eficiente é uma façanha em si, e é aí que entramos. Preparamos 13 dicas para ajudá-lo a organizar sua vida em uma lista gerenciável e, em seguida, risque cada entrada a tempo de tomar novas resoluções para no próximo ano.

FAZER OU NÃO FAZER - A NECESSIDADE DE SABER

Fazer listas é algo muito pessoal. Alguns de nós chegam a ser obsessivos, organizar até mesmo o banheiro em uma série de marcadores numerados. Outros preferem improvisar, escrevendo números de telefone importantes nas costas das mãos. Mas mesmo o esboço mais básico das tarefas obrigatórias pode nos ajudar a enfrentar nossos objetivos mais importantes. Por um lado, escrever um monte de tarefas a fazer nos força a definir metas concretas (levar o lixo para fora), o que pode ser muito mais eficaz do que apenas pensar em objetivos vagos (ficar mais limpo). Além disso, fazer uma lista por escrito pode nos ajudar a lembrar de informações importantes (o que significa que o lixo não ficará esperando na cozinha por semanas).

O problema é que até mesmo nós que acreditam fervorosamente no poder das listas de tarefas podem não saber como fazer uma lista de sucesso. Felizmente, a Greatist está aqui para ajudar, com um guia passo a passo para criar - e completar - uma lista incrível de coisas a serem feitas.

APENAS PARA FAZER - SEU PLANO DE AÇÃO

  • Escolha uma mídia. As listas de tarefas vêm em todas as formas e tamanhos, então é tudo sobre o que funciona para o indivíduo. Algumas pesquisas sugerem que escrever informações à mão nos ajuda a lembrar melhor, mas se você pegou uma caneta pela última vez em 1995, não se preocupe: há uma grande variedade de aplicativos digitais que ajudam a criar listas pessoais de tarefas.
  • Faça múltiplos. Crie algumas listas de coisas que precisam ser feitas. Uma deve ser uma lista mestra, com todos os itens que você gostaria de realizar a longo prazo: limpar o armário, inscrever-se para uma aula de línguas etc. Outra pode ser uma lista de projetos semanais, com tudo o que precisa ser feito ocorrer nos próximos sete dias. A terceira deve ser uma lista de HIT (que são tarefas de alto impacto), com as tarefas que precisam ser feitas hoje: ligar para a tia Sue no aniversário dela, pegar a lavagem a seco, terminar aquela apresentação para o trabalho. Todos os dias, veja quais itens da lista mestre e da lista de projetos semanais devem ser movidos para a lista HIT.
  • Mantenha a simplicidade. Não há nada mais intimidante do que uma longa lista de tarefas pendentes. E, de forma realista, é impossível fazer tantas coisas em 24 horas de qualquer maneira. Um truque para manter uma lista de HIT simples é fazer uma lista das coisas que você deseja fazer hoje e dividi-la ao meio. Não deve haver mais de 10 itens restantes; o resto pode ir para a lista de projetos semanais ou para a lista mestre.
  • Conheça os MITs. Essas são as "tarefas mais importantes". Comece a lista com pelo menos dois itens que absolutamente devem ser feitos hoje, para que você não termine passando o aspirador em vez de terminar um relatório de projeto com entrega amanhã. Mesmo que o resto da lista permaneça intocado, as coisas realmente significativas serão concluídas.
  • Comece fácil. Mesmo antes desses MITs (veja acima), coloque alguns itens simples na lista. “Dobre as roupas”, “lave a louça do café da manhã” e “ducha” são bons exemplos. Até mesmo riscar coisas bobas nos ajuda a começar o dia com uma sensação superprodutiva.
  • Divida. Objetivos como "trabalhar em papel de pesquisa" são muito vagos e intimidantes, o que significa que teremos muito medo de realmente começar a enfrentá-los. Uma forma de reduzir o fator medo e fazer com que as metas pareçam mais gerenciáveis ​​é dividir os projetos em tarefas menores. Em vez de "trabalhar em um artigo de pesquisa", tente algo mais específico, como "escreva a primeira metade do capítulo três" na segunda-feira e "escreva a segunda metade do capítulo três" na terça.
  • Seja específico. Todas as tarefas devem ter estas qualidades em comum: são ações físicas; eles podem ser concluídos em uma sessão; e são tarefas que apenas o redator da lista de tarefas pode fazer. Para projetos gerais que exigem muito tempo ou a ajuda de outras pessoas, liste as etapas específicas que você pode seguir em direção ao seu objetivo. Em vez de “salvar os animais”, tente “escrever uma carta de apresentação para um estágio no World Wildlife Fund”.
  • Inclua tudo. Para cada tarefa da lista, inclua o máximo de informações possível para que literalmente não haja desculpa para não concluir o trabalho. Por exemplo, se a tarefa envolver ligar para alguém, inclua o número de telefone dessa pessoa na lista para não perder tempo tentando encontrá-lo mais tarde.
  • Cronometre. Agora que você fez a lista (e verificou duas vezes), volte e coloque uma estimativa de tempo ao lado de cada item. Pode até ajudar transformar a lista de tarefas em uma espécie de programação com horários e locais específicos. Portanto, por exemplo: lavanderia das 16h às 18h na Suds & Stuff, limpe a caixa de entrada das 18h às 19h no Starbucks na 6th Ave. Quando o tempo acabar, acabou; não há como passar seis horas na lavanderia.
  • Não se estresse. Cada lista mestra tem algumas tarefas que pretendíamos fazer há dias, semanas, talvez até anos - mas ainda não. Tente descobrir por que não para aprender quais etapas são necessárias para realmente completar a tarefa. Não ligou para o tio Pat com medo de ficar preso no telefone a tarde inteira? Substitua "Ligar para o tio Pat" por "descobrir uma maneira de desligar o telefone com o tio Pat". Dessa forma, a grande tarefa parecerá mais fácil e, eventualmente, será realizada.
  • Torne-a pública. Às vezes, a melhor maneira de manter a responsabilidade é ter alguém cuidando de nós. Tente compartilhar essa lista de tarefas, postando-a na geladeira da família ou configurando um calendário digital que todos na equipe de trabalho possam acessar.
  • Agendamento de programação. Um dos aspectos mais complicados da lista de tarefas é sentar-se para fazer uma. Escolha um horário todos os dias, seja pela manhã antes de todo mundo acordar, a hora antes de ir para a cama ou hora do almoço, quando você pode organizar todas as suas tarefas e determinar o que ainda precisa ser feito.
  • Vá com o velho. Uma forma de aumentar a produtividade é nos lembrarmos de como éramos produtivos ontem. Portanto, mantenha uma lista escrita de tudo o que você realizou no dia anterior, mesmo as pequenas coisas.
  • Comece de novo. Faça uma nova lista todos os dias para que os mesmos itens não obstruam a agenda. Também é uma forma útil de garantir que realmente façamos algo a cada 24 horas e não apenas passemos tempo decorando o papel com marcadores de texto sofisticados.
  • Seja flexível. Pró